Início Famosos Ângelo Rodrigues faz a confissão do ano

Ângelo Rodrigues faz a confissão do ano

16
0
COMPARTILHE

Ângelo Rodrigues: já se sabe onde ele tomou as injeções de testosterona.

A informação mantém-se confidencial, mas o ator Ângelo Rodrigues contou, para relatório médico, onde e quando tomou as injeções de testosterona que, então, terão estado na origem deste grave problema de saúde, que o atirou para uma cama de hospital.

No relatório médico do ator, consta, de acordo com a revista TV Guia que, assim que deu entrada no hospital, no dia 22 de agosto, Ângelo Rodrigues revelou que tomou essas injeções de testosterona numa viagem ao Brasil.

O ator terá revelado ainda que a sua última viagem ao Brasil, país onde chegou a viver e a estudar durante vários meses, foi há cinco meses, em março deste ano.

Portanto, desde essa altura que ele não terá tomado mais nada, mas seria essa a causa para os graves problemas que o jovem ator sofre no momento, num drama que está a chocar o país.

Muito se tem falado sobre a facilidade de se aceder a essas substâncias, para facilitar no emagrecimento, mas no caso do ator, terá sido igualmente fácil, mas aconteceu no Brasil.

Ainda de acordo com o jornal Público, Ângelo Rodrigues terá administrado ele mesmo as referidas injeções “por razões estéticas”, confirmando-se, então, que a motivação seria o emagrecimento mais rápido e um ganho mais fácil de massa muscular. E essas injeções seriam, realmente, a causa da infeção, que acabou por generalizar para todo o corpo, atirando-o para uma cama de hospital.

No momento, Ângelo Rodrigues encontra-se já livre de perigo, mas de acordo com uma investigação da CMTV, o ator teve sempre acesso privilegiado para receber essas injeções cá em Portugal.

Alegadamente, um homem conseguia importar, para Portugal, essas substâncias. Ele não quis ser identificado, mas terá revelado, para efeitos de reportagem, à CMTV que pagava a uma pessoa na alfândega, para receber, cá, essas substâncias, fazendo com que depois o produto chegasse a Ângelo Rodrigues.

COMPARTILHE