Início Internacional Psicóloga mata filhas a tiro enquanto dormiam

Psicóloga mata filhas a tiro enquanto dormiam

5649
0

Uma psicóloga de 55 anos de idade estava a meio de uma batalha judicial com o ex-marido, pela custódia das filhas gémeas, de sete anos de idade, quando as terá matado, enquanto dormiam. Depois da barbaridade do crime, a mulher terá tirado a própria vida, de acordo com as autoridades policiais de Washington.

Mais um caso de discussão conjugal que termina da pior maneira. Temendo perder as filhas para o ex-marido, Michelle Deegan, psicóloga de profissão e que se propunha a ajudar os outros a resolver problemas pessoais, não soube resolver a sua própria situação, tirando a vida às filhas.

No seu site profissional, Michelle Deegan prometia ajudar os seus pacientes com “novas formas de lidar com os problemas, comportamentos e atitudes saudáveis, habilidades de comunicação para conviver com as famílias, parceiros e colegas de trabalho”.

Esta mulher teve um processo de violência doméstica com o ex-marido e estavam, agora, em Tribunal, a decidir pela custódia dos filhos. Alguns amigos falam que Michelle estava com um distúrbio mental, desde que ficou falida, precisamente após o divórcio. Aliás, no dia da tragédia, a psicóloga partilhou, no seu Facebook, alguns artigos sobre co-parentalidade e como o suicídio pode ser um escape para pessoas que convivem com narcisistas.

As autoridades continuam a investigar este caso, que terminou da pior maneira. Foi um vizinho quem deu o alerta à polícia que, mais tarde, encontraria os corpos das duas meninas e da mãe. As três já se encontravam sem vida, quando foram encontradas.