Início Internacional “Super mutação” da Covid pode ser mais devastadora e resistente às vacinas,...

“Super mutação” da Covid pode ser mais devastadora e resistente às vacinas, especialistas AVISAM

420
0

Nova estirpe da Covid pode ser resistente às vacinas

Numa altura em que os países apostam na vacinação em massa, surgem já novas preocupações.

De acordo com Tony Lockett, médico do Instituto de Ciências Farmacêuticas do King’s College London, a próxima vaga da pandemia pode ser ainda pior do que todas as anteriores.

O médico aponta para uma nova estirpe resistente às vacinas e mais devastadora nos seus efeitos.

Aliás, segundo este especialista, a nova estirpe da Covid-19 será mais resistente e pode ser pior nos efeitos, causando doença mais grave, incluindo nos recuperados da doença.

As consequências podem ser piores ainda do que tudo o que já aconteceu nesta pandemia. “O efeito vai ser bem mais devastador do que o original, pois as pessoas podem ficar mais doentes e aquelas que tiveram o vírus são infetados novamente com a nova estirpe“, disse Tony Lockett, em declarações ao jornal The Sun.

No momento, os especialistas de todo o mundo alertam para a vacinação massiva. Quanto mais pessoas vacinadas, melhor será a resposta à pandemia. No entanto, esta possível mutação do vírus, que poderá chegar, está a deixar os especialistas muito preocupados.

Por isso, os especialistas terão que continuar a ajustar as vacinas, semelhante ao que já acontece com a da gripe, que vai sofrendo algumas alterações com o passar dos anos. A comunidade científica já não se debate somente com o SARS-Cov-2, mas também com todas as variantes já existentes e as mutações que poderão aparecer, como alerta este médico inglês.