Início Famosos Meghan Markle: “Não quero viver mais”

Meghan Markle: “Não quero viver mais”

1645
0

Ex-atriz quis pôr termo à vida a 16 de Janeiro de 2019 e Harry conta agora tudo em novo documentário.

Devido à pressão que sofreu dos media e ao assédio de que foi vítima durante vários anos, Meghan Markle chegou a pensar em pôr termo à vida. A duquesa já o havia confessado, em março, em entrevista, a Oprah Winfrey, mas agora foi Harry quem revelou mais pormenores no documentário ‘The Me You Can’t See’, que está a co-produzir com a apresentadora.

No documentário, o filho mais novo de Diana recorda a noite difícil em que Meghan Markle pensou em pôr termo à vida. “Eu não quero mais viver”, disse. A duquesa terá confidenciado ao marido que a sua tristeza era tão profunda que pensava que o melhor para todos seria suicidar-se para deixar de ser um problema. Disse ainda que tinha medo de ficar sozinha e fazer mal a si própria. O desejo suicida aconteceu, segundo Harry, na noite de 16 de janeiro de 2019, pouco antes de os dois terem que sair para um evento no Royal Albert Hall.

“O que a impediu de concretizar o seu desejo foi perceber o quão injusto seria para mim depois de tudo o que aconteceu com minha mãe, voltar a perder outra mulher na minha vida, ainda por cima com um bebé dentro dela, o nosso bebé”, contou Harry. Já no evento, e quando as luzes se apagaram, conta o príncipe, “Meghan começou a chorar”.

Problema com drogas

No decorrer do documentário ‘The Me You Can’t See’ , Harry faz também revelações sobre a sua vida e conta que usou drogas e álcool como meio de fuga para superar a perda da mãe. “Eu estava determinado a beber, estava determinado a usar drogas, para que me sentisse um pouco melhor”. Harry revela também que sofreu ataques de pânico e que não se arrepende de ter deixado Inglaterra.

ARTIGO: VIDAS