Início Desporto Rui Costa já escolheu o treinador para o futuro do Benfica

Rui Costa já escolheu o treinador para o futuro do Benfica

2350
0

Rui Costa deu uma grande entrevista, na BTV, onde não deixou nada por esclarecer. O presidente do Benfica falou, num dos pontos altos da entrevista, sobre Nélson Veríssimo e ficou bem claro para todos que o treinador que sucede a Jorge Jesus não está a prazo.

Apesar de ter sido falado que Veríssimo fica até ao final da temporada, Rui Costa deixou entender que conta com o novo treinador também para o futuro. Aliás, por essa razão, o antigo treinador da equipa B já estaria a reorganizar o plantel, para as temporadas que aí vêm. Rui Costa conta com Veríssimo para apostar novamente na formação dos encarnados.

Sobre a escolha imediata de Veríssimo, o presidente do Benfica diz que não teve grandes dúvidas: “É da casa e nesta transição era essencial dar um choque. É da casa e de extraordinária qualidade, o que desenvolve na equipa B é sinónimo na qualidade, é um jovem treinador com ambição enorme, acima de tudo conhecia parte deste plantel, já teve muitos destes jogadores. Tenho maior confiança no Nélson, acredito, sei o quanto sofre pelo clube, vai ser mais um a juntar-se aos que lá estão e ao mínimo resultado não positivo para o clube vai sofrer a dobrar.

Acredito que é a pessoa ideal neste momento para dar a volta ao mês de dezembro. É o treinador que nos vai levar a superar isto. Neste momento, estou convencido que não será só para seis meses. Espero uma reação de um plantel extraordinário”.

Sobre o futuro, que poderá, então, ter Nélson Veríssimo como treinador, Rui Costa quer confirmar a aposta na formação e vai dando os nomes que são já o presente do clube. “Temos Paulo Bernardo a jogar e Gonçalo Ramos com muitos mais minutos. Não deixámos de apostar na formação, mas fomos mais ambiciosos nas contratações. É verdade que o investimento [foi] alto, diferente de anos anteriores, mas se pensarmos onde fomos investir… em jogadores internacionais, com carreira que nos dava grande expectativa sobre esses jogadores. Não foi esbanjar dinheiro em jogadores sem currículo”, disse o presidente do Benfica.

Rui Costa falou, então, que a aposta passará por um misto de experiência com a formação: jogadores já valorizados e promessas do futebol português. “O projeto será misto, sem andar com despesas tremendas. Quero um plantel equilibrado e estabilidade que não conseguimos criar nos últimos dois anos, cada vez mais formação, mas juntar jogadores que tragam experiência, que vieram já perto dos 30 ou já depois com rendimento altíssimo, como Jonas, Júlio César, Otamendi, Vertonghen”, explicou o presidente do Benfica, na longa entrevista.