EntretenimentoFamososNoticiasTelevisão

 Leonor Poeiras revela drama com o filho: ‘espancado com um tronco’

A apresentadora Leonor Poeiras levou a TVI para Tribunal, pela forma como foi dispensada do canal. Leonor exige uma indemnização superior a um milhão de euros e, no processo, estão algumas revelações dramáticas, até mesmo do foro pessoal da apresentadora.

O julgamento foi, entretanto adiado. Deveria ter começado a 31 de janeiro, mas terá nova data, de acordo com Leonor Poeiras, que revelou nas redes sociais, que começará no dia 7 de fevereiro.

Entretanto, a revista TV Mais apresenta novos dados, nomeadamente sobre as reivindicações da apresentadora, mas também sobre alguns pontos mais pessoais, que constam do processo.

Então, com a chegada de Nuno Santos, a apresentadora acabou por ser dispensada do canal, depois de todos estes anos na apresentação de vários formatos. Leonor Poeiras está a exigir 1 milhão 286 mil 608 euros e 20 cêntimos à TVI, valores que seriam calculados no ordenado de 13 mil euros que Leonor estaria a auferir no canal de Queluz de Baixo.

No entanto, numa das revelações mais pessoais deste processo, Leonor Poeiras provou que a TVI lhe chegou a exigir alguns sacrifícios muito pessoais. Neste ponto, foi revelado o momento, a 15 de março de 2019, em que ela não foi ajudar o filho, que tinha sido agredido na escola, para ficar até mais tarde na TVI.

“António, de 11 anos, havia sido espancado por um colega com um tronco de árvore”, pode ler-se no processo, sobre o dia em que Leonor ficou na TVI, para falar no Jornal das 8 sobre o seu programa “Quem Quer Casar Com o Meu Filho?”. As críticas subiam de tom sobre o programa que ela apresentava e foi pedido a Leonor para ficar na TVI para defender o formato, apesar do que tinha acontecido ao filho.

Ainda no processo, pode ler-se sobre Leonor Poeiras e este  “Quem Quer Casar Com o Meu Filho?”, programa pelo qual ela foi “autenticamente chacinada no meio televisivo e nas redes sociais pela primeira e única vez na sua carreira e tudo isso determinou que se sentisse profundamente maltratada”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo