Tecnologias

Comentador da CNN com tirada inacreditável: ‘2º lugar é mais importante que ser campeão’

Luís Vilar voltou a tecer um comentário algo estranho, na CNN. O comentador é um dos alvos fáceis dos adeptos, mas algumas declarações precisariam de uma explicação, certamente. Esta será uma das mais evidentes, nesse sentido.

O jornalista José Gabriel Quaresma questionava-o sobre este empate a dois golos entre Boavista e Benfica, sugerindo que foi um mau resultado para os encarnados, uma vez que a época ainda não acabou e que a equipa se deveria motivar para tentar esse segundo lugar, que dá acesso direto à Liga dos Campeões.

“A época parece perdida, mas não está ainda perdida”, disse o jornalista, passando a palavra a Luís Vilar. “Tens o segundo lugar. O Benfica estava a quatro pontos do Sporting. O segundo lugar, eu diria que do ponto de vista estruturante e estrutural é mais importante do que ser campeão”, respondeu Luís Vilar.

Obviamente, o comentador está a referir-se à importância dessa entrada na Liga dos Campeões, mas parece reduzir a importância de terminar em primeiro e de se ser campeão. O que está a gerar muitos comentários, também nas redes sociais.

“Claro que mais importante ser campeão é lutar pelo 2 lugar! Vocês não pensam de uma forma estrutural… quanto mais estruturante! Benfica pode não ganhar, mas também nunca perde!”, “Ter este tipo de palermas a dizer baboseiras deste calibre nas TV’s, deve dar audiências. Não há outra explicação”, “Fds, até dei um nó no cérebro. Ficar em segundo é melhor que ficar em primeiro. Fantástico”, “Pá, alguém que me explique como é que o segundo lugar é mais importante que ser campeão. Façam de conta que tenho 5 anos, e expliquem-me isto, de forma estruturante e estrutural” ou “O problema é que ele diz coisas destas todos os dias e com o ar mais convicto do mundo…é uma personagem fascinante que nos faz rir todos os dias”, são alguns dos muitos comentários no Twitter. 

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo