Tecnologias

Polícia consegue VÍDEO das agressões de Clóvis Abreu que vitimaram o agente Fábio Guerra

Segundo o jornal Correio da Manhã, as imagens de videovigilância da noite sangrenta já estão na posse da Polícia Judiciária de Lisboa. No vídeo é possível se o fuzileiro Clóvis Abreu a agredir três agentes da PSP e nenhum era o jovem Fábio Guerra, que acabou por perder a vida.  

Segundo os relatos dos dois homens que já foram apanhados, e estão em prisão preventiva, os agentes da Polícia de Segurança Pública gritaram: “Parem, somos polícia”. Os três fuzileiros continuaram a agredir Fábio Guerra, que se encontrava fora de serviço.

As testemunhas oculares dizem que: “Clóvis Abreu começou por agredir um estrangeiro com vários pontapés na cabeça. Depois, agrediu o primeiro agente da PSP, Rafael, antes de agredir com um murro o agente Leonel, que depois de cair no chão ainda foi pontapeado na cabeça e nas costas. Por fim, Clóvis foi buscar uma pedra que estava junto a uma árvore, que usou para agredir o agente João na cabeça”.

O homem, que está em parte incerta, desconhecia que se tratavam do polícias e agrediu tudo e todos. No vídeo é possível ver que Clóvis Abreu agrediu três agentes da autoridade e a gritar: “Quem é que vocês pensam que são? Anda cá que vos rebento a todos”. Chegou mesmo a pegar numa pedra para enfrentar os agentes da autoridade.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo