Noticias

Mulher espanhola encontrou em Portugal irmão desaparecido há vinte anos

Um homem tinha sido dado como desaparecido em 2001. O homem, um pastor espanhol chamado Virgílio Romero, tinha desaparecido, ao que tudo indicava de forma voluntária, em dezembro de 2001.

Apesar da família acreditar que o homem se tinha ido embora voluntariamente, a polícia nunca parou de o procurar e, nos últimos anos, aprofundou as buscas, com ajuda das autoridades portuguesas, numa colaboração que se revelou decisiva para este reencontro.

Em 2011, encontraram a primeira pista, quando o homem renovou um documento em Portugal, junto à fronteira com Salamanca. No entanto, não conseguiram encontrá-lo.

A irmã, Dolores Moreno, de 87 anos, e a morar em Valladollid nunca desistiu de o encontrar, o que conseguiu agora, mais de 20 anos depois.

Graças a uma parceria entre o Centro de Cooperação Policial e Aduaneira de Vilar Formoso e Fuentes de Oñoro, esta mulher conseguiu por fim reencontrar o irmão, no final de junho.

Virgílio estava em Vila Nova de Paiva e de boa saúde. Foi encontrado depois de ter sido testemunha num processo judicial. As autoridades esperaram pelo seu consentimento para darem os seus contactos à irmã e, após ele o ter feito, o reencontro aconteceu finalmente a 2 de julho.

“Ele é assim, e também não nos explicou muito mais, mas a verdade é que a minha mãe se livrou daquele arrependimento que tinha de saber se ele estava vivo e se estava bem, e isso é a mais coisa importante. Ele sempre teve uma vida muito errante, daqui para lá com o gado, e parece que simplesmente partiu e há treze anos vive com uma família portuguesa, que o acolheu como se fosse a sua própria família”, contou um sobrinho de Virgílio, filho de Dolores, em declarações ao diário espanhol “El Norte de Castilla”.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo