Noticias

Casal que morreu na derrocada de Esposende estava à espera de bebé

Adensa-se ainda mais a tragédia, na sequência da derrocada que aconteceu em Esposende, na madrugada desta quarta-feira, 23 de novembro. Uma casa, onde estavam seis pessoas a dormir, ficou coberta de terra e pedras, na sequência de um deslizamento de terras, por volta das 3h55 da madrugada. Um casal, de 22 anos, que estava no primeiro andar, morreu.

As outras quatro pessoas, que estavam nas divisões inferiores foram resgatadas ilesas, duas eram crianças.

No entanto, vão-se conhecendo mais detalhes sobre esta tragédia e torna tudo ainda mais revoltante. De acordo com a imprensa, sabe-se agora que este casal de namorados estava à espera do primeiro filho. A mulher, Susana, estava grávida de seis meses, e dormia ao lado do namorado, Fábio, quando a derrocada aconteceu e lhes tirou a vida.

Em baixo, dormiam os pais de Susana, de 40 e 50 anos, e ainda dois irmãos mais novos, de 2 e 12 anos. Foram todos retirados sem ferimentos, mas em estado de choque pelo impacto deste acidente e, sobretudo, pelo desfecho quanto ao casal.

Entretanto, continua a investigação, para que se perceba o que aconteceu, enquanto a Câmara Municipal de Esposende garante não ter qualquer objeção quanto ao licenciamento da moradia.

“O processo de licenciamento desta habitação decorreu com normalidade, desconhecendo-se a existência de qualquer reclamação apresentada pelo proprietário desta habitação quanto a eventuais situações que pudessem pôr em perigo a mesma”, revelou fonte da Câmara.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo